a
HomeGrade CulturalMaio no CCBB.

Maio no CCBB.

Maio no CCBB.

PROGRAMAÇÃO Maio 2018

Durante o mês de maio, segue em cartaz a exposição FILE – A Arte Eletrônica na Época Disruptiva. No cinema, duas mostras entram em exibição: Cidade em Chamas – O Cinema de Hong Kong e o 7º Panorama do Cinema Suíço Contemporâneo. No teatro, seguem os espetáculos InsetosO Imortal eDostoiévski-Trip. Acontece também a 16ª edição da Semana de Museus, oFestival Internacional de Harpas e muito mais!

Exposição

FILE – A ARTE ELETRÔNICA NA ÉPOCA DISRUPTIVA

Térreo e 1º andar – 13/04 a 04/06

Quarta a segunda

As novas tecnologias marcam as atuais dinâmicas de comportamento: com a possibilidade de compartilhar impressões de forma veloz, e em rede, as ideias se propagam e rapidamente rompem com padrões instaurados. A disruptividade é a inovação que vem através da quebra de dispositivos obsoletos, é o novo que surge de maneira abrupta. Pensando neste contexto, O FILE traz a mostra DISRUPTIVA, onde artistas nacionais e internacionais se reúnem em criações que compartilham o digital e o tecnológico. Como ocorre a criação artística em uma época disruptiva? Como as obras se comunicam com a sociedade contemporânea? A exposição pretende alavancar essas questões e instigar o público diante destas novas formas de ver, pensar e interagir com a arte e as mídias tecnológicas.

Curadoria: Paula Perissinotto e Ricardo Barreto

Classificação indicativa: livre

Exposição de Catálogos na Biblioteca

6º andar – até dezembro

Quarta a segunda

No espaço expositivo da Biblioteca, cerca de 40 catálogos de exposições que fizeram história no CCBB durante as últimas duas décadas, uma homenagem a importantes artistas e movimentos culturais que passaram pelo prédio, como Rembrandt, Aleijadinho, Anish Kapoor, Escher, Salvador Dalí, Picasso, Kandinsky, Mondrian, Warhol, Surrealismo, Impressionismo, entre outros.

Classificação indicativa: livre

Entrada Franca

Música

FESTIVAL INTERNACIONAL DE HARPAS (programação completa no anexo)

Teatro II – 01 a 31/05

Diversos horários

Consolidado na agenda cultural carioca, o festival apresenta ao público músicos nacionais e internacionais consagrados, promovendo uma turnê em torno do som de um dos mais antigos instrumentos musicais da humanidade. Consulte a programação em rioharpfestival.com

Curadoria: Sérgio da Costa e Silva

Classificação indicativa: livre

 

FESTA MOO

Área externa – 25/05

Sexta – 23h

Dentro do espírito da exposição FILE, a festa MOO – “FILE com Fritos” convida, além de Maurício Lopes e dos DJs residentes Badenov e Diogo Reis, o produtor e DJ mexicano Mijo, inventor do termo Tecmex (Techno Mexico), que mistura o som das drum machines e sequenciadores quebrados.

Curadoria: Carolina Herszenhut

Classificação indicativa: 18 anos

Cinema

CIDADE EM CHAMAS: O CINEMA DE HONG KONG

Cinema I – de 02 a 28/05

Quarta a segunda

Durante um logo período entre a década de 50 do século passado e o fim dos anos 90, a colônia britânica de Hong Kong foi o principal centro de produção de cinema asiático. A mostra apresenta uma retrospectiva de uma das cinematografias mais importantes, inventivas e influentes da história da sétima arte. Ao longo de quatro semanas, mais de 20 títulos serão exibidos, incluindo filmes comoFervura Máxima (Hard Boiled – 1992), de John Woo (foto), um debate com o curador e distribuição de catálogos.

Confira a programação no fôlder da mostra e no site bb.com.br/cultura

Curadoria: Filipe Furtado

Classificação indicativa de acordo com o filme

7º PANORAMA DO CINEMA SUÍÇO CONTEMPORÂNEO

Cinema I – de 30/05 a 18/06

Quarta a segunda

A edição de 2018 é dedicada aos deslocamentos humanos, às transitividades e às construções de identidades individuais e coletivas. O cinema contemporâneo, com um intenso trânsito de cineastas, atores, produtores e filmes sendo viabilizados através de coproduções, fica cada vez mais internacional e multi-identitário. Realizado em parceria com o Consulado Geral da Suíça em São Paulo e com o CineSesC, o projeto apresenta documentários e ficções recentes, convidando o público brasileiro a mergulhar na diversidade e linguagem do cinema suíço e traz ao Brasil convidado internacional para um debate com o público.

Confira a programação no fôlder da mostra e no site bb.com.br/cultura

Curadoria: Célia Gambini

Classificação indicativa de acordo com o filme

Teatro

INSETOS

2º andar – até 06/05

Quarta a sexta – 19h

Sábados e domingos – 17h e 19h

O desequilíbrio da natureza faz analogia às questões sociais e políticas da atualidade por meio de 12 quadros, nos quais a realidade dos insetos traz paralelos com a vivida pelos humanos. A peça comemora 30 anos de trajetória da Cia. Dos Atores, com texto inédito e presença dos fundadores da companhia no elenco.

Direção: Rodrigo Portela. Dramaturgia: Jô Bilac. Elenco: Cesar Augusto, Marcelo Olinto, Marcelo Valle e Susana Ribeiro.

Duração: 90 minutos

Classificação: 14 anos

O IMORTAL

Teatro III – até 27/05

Quarta a domingo – 19h30

Uma mulher recebe de um antiquário os seis volumes da tradução inglesa da Ilíada, de Homero. Dentro do sexto volume, descobre um manuscrito escondido. É o relato autobiográfico de um soldado do Império Romano que partiu em busca da imortalidade. Baseado no conto homônimo de Jorge Luis Borges.

Direção: Irmãos Guimarães. Dramaturgia: Adriano Guimarães e Patrick Pessoa. Elenco: Gisele Fróes

Duração 65 minutos

Classificação: 14 anos

DOSTOIÉVSKI-TRIP

Teatro I – até 03/06

Quinta a sexta – 19h

Sábado e domingo – 17h e 19h

Um grupo de viciados em literatura aguarda a chegada de um comerciante que fornece mercadorias que provocam alucinações associadas a grandes autores da literatura mundial. Com autoria de Sorókin, um dos nomes mais radicais da literatura russa atual, a peça lança personagens e espectadores numa viagem tensa e intensa pelo universo de Dostoiévski, transcendido para as formas do mundo contemporâneo.

Direção: Cibele Forjaz. Texto: Vladimir Sorókin. Elenco: Aury Porto, Edgar Castro, Guilherme Calzavara, Luah Guimarãez, Lúcia Romano, Marcos Damigo, Sergio Siviero e Vanderlei Bernardino. 

Duração: 90 min

Classificação: 16 anos

Programa Educativo

1º andar

Quarta a segunda – 9h às 20h

O programa CCBB Educativo oferece visitas mediadas às exposições e muitas outras atividades em diversos horários. Agendamentos para grupos, escolas, instituições e pessoas com deficiência podem ser realizados pelos telefones 21 3808.2070/2254 e email [email protected]. Acompanhe a programação no site bb.com.br/cultura.

Destaque: 16ª Semana de Museus

14/05 – 17h às 21h – Laboratório de crítica

Laboratório de crítica e reflexão sobre arte, incluindo a esfera do jornalismo cultural, memória e patrimônio, a partir da exposição FILE, conduzido profissional com experiência e conhecimento nas áreas de comunicação e artes visuais. Nesta edição: Ivana Bentes.

17/05 – 18h às 20h – Transversalidades

Curso que aborda temas transversais aos campos da educação e da arte. Para dialogar com as questões suscitadas pela exposição FILE, o tema dessa edição é “A Tecnologia na Escola”, guiado pela artista visual, pesquisadora e professora Simone Michelin. Com intérprete de Libras.

18/05 – Dia do Museu – 14h às 19h – Processos compartilhados

Curso que aborda a concepção, a montagem e as reflexões sobre uma exposição. Voltado para formação de artistas, educadores, críticos, curadores e demais profissionais do campo da arte e da produção cultural. Nessa edição, o tema é “Cultura Digital, Soluções para Museus, Aplicativos, Interatividade”, com Daniel Morena, Diretor de Tecnologia da empresa 32Bits.

Galeria de Valores

4º andar

Quarta a segunda – 09h às 21h

Cerca de 2.000 peças do acervo numismático do Banco do Brasil estão presentes em um espaço interativo que conta a história da moeda no Brasil e no mundo. Na sequência expositiva é possível ver raridades, curiosidades, o ciclo do ouro, segredos das notas, além da linha do tempo que vai da moeda ao cartão de crédito.

Entrada franca

Biblioteca e Videoteca

5º andar

Quarta a segunda – 09h às 21h

Considerado um dos mais importantes acervos disponíveis em Artes, Literatura, Ciências Humanas e Sociais no Brasil, a Biblioteca conta com cerca de 160 mil volumes. Sala de leitura e espaço para literatura infantil estão disponíveis para o público interessado em consultar o acervo no local. Empréstimos podem ser feitos mediante intercâmbio entre bibliotecas e convênios.

Entrada franca

Arquivo Histórico

6º andar

Segunda, quarta, quinta e sexta – 10h às 19h

Acervos arquivístico e audiovisual do Banco do Brasil e da Memória do CCBB para pesquisa e consulta dos estudantes e público em geral.

Serviços

Confeitaria Colombo – Casa de chá

2° andar

Quarta a segunda

Novo espaço da Colombo, que traz em seu cardápio, os produtos que fazem parte da história da confeitaria, e um tradicional Chá da tarde que recebeu o nome do Centro Cultural. O chá CCBB é acompanhado de torrada Petrópolis, mel, geleia, bolo, doce, suco, pães e biscoitos leque, todos os produtos feitos na sede da casa centenária.

Restaurante e Cafeteria Verso

Térreo

Quarta a segunda

A cafeteria oferece opções de lanches doces e salgados para os visitantes durante todo o funcionamento do CCBB e a partir do meio dia, o restaurante traz opções de almoço, chá da tarde e jantar.

Livraria da Travessa

Térreo

Quarta a segunda

É possível encontrar catálogos de mostras atuais e anteriores, além de centenas de títulos em livros nacionais, livros importados, eBooks, AudioBooks, DVDs e Blu-Rays.

Mais Informações

Centro Cultural Banco do Brasil

Rua Primeiro de Março, 66, Centro – Rio de Janeiro – RJ

Quarta a segunda, das 9h às 21h.

Bilheteria: Quarta a segunda, das 9h às 21h.


Assessoria de imprensa
Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Banco do Brasil S.A.

Compartilhe com:
Quanto vale este artigo?

Natural de Brasília, carioca de coração. Artista Plástica, desenhista, poetisa e fotógrafa. Começou cedo nas artes, fazendo caricaturas dos amigos ainda no Colegial, fez desenho livre no Oberg Cursos de Desenho e seus quadros seguem o realismo, tendo como mestres Edward Hopper, Gustave Caillebotte e Amadeo Modigliani. Em sua estante tem biografias como de Walt Disney, Victor Hugo e Tony Blair entre outros que fizeram história. Na fotografia desde 2005, fez revelação de fotos em laboratório, época da fotografia Analógica, se rendeu a era digital tendo fotos publicadas em sítios de fotógrafos como o site Olhares e o Fine Art, ambos tendo autores portugueses em sua maioria e participou de muitos Workshops desde então, sendo um deles ministrado pelo grande fotógrafo português Manuel Madeira. Como boa pisciana, arrisca algumas poesias, tendo algumas publicadas no site “Pensador”. Fez exposições de seus quadros em 2014. Se define como amante das artes e dispara que nada sabe, o aprender acontece todos os dias. Colaboradora de vários sites de mídias, com trabalhos publicados em muitos lugares de destaque.

[email protected]

Nenhum comentário

Deixe um comentário