a
HomeCircuito CinemaInédito no Brasil, “Se Você Soubesse” traz Gael Garcia Bernal como protagonista.

Inédito no Brasil, “Se Você Soubesse” traz Gael Garcia Bernal como protagonista.

Inédito no Brasil, “Se Você Soubesse” traz Gael Garcia Bernal como protagonista.

Primeiro longa da diretora e escritora Joan Chemla estreia dia 03 de maio

  1. O primeiro longa-metragem da cineasta Joan Chemla, “SE VOCÊ SOUBESSE”, estreia dia 03 de maio exclusivamente nas plataformas digitais e traz o astro mexicano, pela primeira vez interpretando em francês, Gael Garcia Bernal no papel de um cigano misterioso. Inspirado no livro Boarding Home, do cubano Guillermo Rosales, o longa foi exibido na última edição do Festival de Cinema de Toronto.

    Gael Garcia Bernal

    2. Daniel (Gael Garcia Bernal) vive em uma comunidade excluída socialmente e faz parte do mundo do crime. Seu melhor amigo, Costel (Nahuel Pérez Biscayart), morre assim que se torna seu parceiro, deixando Daniel transtornado, e seu irmão Lucho (Mariano Santiago) furioso. O personagem de Gael tenta se recuperar assim que conhece Francine (Marine Vacth) e precisa pagar a morte de Costel à sua família. “Daniel é duplamente exilado: de sua comunidade, que o rejeitou, e, principalmente, dele mesmo. Portanto, ele é mais um exilado da própria comunidade do que um exilado político”, conta a diretora. “É um filme sob um ponto de vista muito pessoal. Se tivermos que definir com conceitos óbvios, é um filme de autor”, revela Gael Garcia Bernal, em entrevista a Variety.

    Ao longo do filme, a diretora mostra como é viver à margem da sociedade a partir de cenas escuras e cenários periféricos. Para Chemla, isso é válido quando são mostrados tópicos políticos e sociais, fazendo da estética um poder lírico capaz de levar as sensações ao público.

    – Sempre que vou filmar à margem da sociedade, explorando tópicos político-sociais, existe uma tendência de filmá-lo com câmera na mão para enfatizar uma escuridão e semear tudo isso. Eu não me identifico com essa abordagem e acho isso óbvio demais. Do contrário, eu quis usar uma estética mais solta, onde eu pudesse contrastar de muito escuro para muito brilhante – completa.

    Para escrever o roteiro, a diretora contou com a ajuda do jornalista investigativo Jérôme Pierrat, que se tornou consultor. “Eu o acompanhei em Marselha, mergulhando fundo em casos que, às vezes, não tinham nada a ver com o filme, mas que foi realmente informativo para mim. Jérôme é apaixonado e fascinante. Ele tem bilhões de histórias para contar, é um especialista em todo tipo de máfia. Ele me apresentou a muita gente do submundo”, revela Joan. “Eu apreciei muito a pesquisa que eles fizeram antes, tivemos um vislumbre dessa pesquisa, um gostinho da investigação em torno disso. Mas antes do filme, antes da ideia do filme, eu não tinha ideia como era tudo. E foi interessante descobrir todo esse universo, o sincretismo que existe entre os ciganos que vêm da Espanha, mas que também passam pela Argélia e agora na França, com uma forte influência francesa”, opina Gael.

    Serviço

    Se Você Soubesse
    Disponível a partir do dia 03 de maio

    Itunes: R$ 19,90 (Venda) R$ 11,90 (Aluguel)
    Now: R$ 14,90 (Aluguel)
    Google: R$ 29,90 (Venda) R$24,90 (Aluguel)

 Sinny Assessoria e Comunicação 

Compartilhe com:
Quanto vale este artigo?

Natural de Brasília, carioca de coração. Artista Plástica, desenhista, poetisa e fotógrafa. Começou cedo nas artes, fazendo caricaturas dos amigos ainda no Colegial, fez desenho livre no Oberg Cursos de Desenho e seus quadros seguem o realismo, tendo como mestres Edward Hopper, Gustave Caillebotte e Amadeo Modigliani. Em sua estante tem biografias como de Walt Disney, Victor Hugo e Tony Blair entre outros que fizeram história. Na fotografia desde 2005, fez revelação de fotos em laboratório, época da fotografia Analógica, se rendeu a era digital tendo fotos publicadas em sítios de fotógrafos como o site Olhares e o Fine Art, ambos tendo autores portugueses em sua maioria e participou de muitos Workshops desde então, sendo um deles ministrado pelo grande fotógrafo português Manuel Madeira. Como boa pisciana, arrisca algumas poesias, tendo algumas publicadas no site “Pensador”. Fez exposições de seus quadros em 2014. Se define como amante das artes e dispara que nada sabe, o aprender acontece todos os dias. Colaboradora de vários sites de mídias, com trabalhos publicados em muitos lugares de destaque.

[email protected]

Nenhum comentário

Deixe um comentário