Sobre o Cidade da Mídia
a
HomeGrade CulturalEspetáculo Zoológicos estreia dia 29 de agosto na Sede das Cias, na Lapa

Espetáculo Zoológicos estreia dia 29 de agosto na Sede das Cias, na Lapa

Espetáculo Zoológicos estreia dia 29 de agosto na Sede das Cias, na Lapa

Texto de John Marcatto ganha direção de Leandro Mariz e fica em cartaz até 21 de setembro de terça a quinta às 20h.

Foto: Tiago Brando

ZOOLÓGICOS é um espetáculo teatral que se propõe a lançar um olhar sobre a ética das relações humanas e as crises que desestruturam a sociedade. Em cena, seres humanos que deixam aflorar aspectos selvagens, animalescos, de suas personalidades, afetados por suas experiências individuais e coletivas que balizam a nem sempre harmoniosa convivência em grupo, sua conduta social, desejos e frustrações. A peça estreia na Sede das Cias dia 29 de agosto e fica em cartaz de terça a quinta às 20h, até o dia 21 de setembro.

O espetáculo conta a história de dois casais, cuja troca de pares revela que as diferenças alheias não são toleradas. Numa patologia que vincula a falta de limites éticos e morais à habilidade de seduzir, os pares envolvem-se, erótica e profundamente de tal modo que sua convivência pode resultar tanto em imenso prazer como em intenso sofrimento.

Em sua estrutura, o texto rompe regras ao apresentar uma estrutura não linear, alterando o tempo medido cronologicamente. Semelhante ao adestramento de animais, a dramaturgia insinua um processo metafórico sobre a “domesticação”. Essa ocorre quando o treinador impõe uma ação ao animal que, ao executá-la bem, pode obter uma recompensa, constituindo um movimento contínuo de ação, satisfação, repetição e nova ação.

Desse modo o texto busca estimular a interação do público, deixando-o desconfortável, pois o trabalho de recompensa é estruturado na incerteza, para logo adiante dar-lhe o conforto da lógica, sua recompensa. Há quatro fios condutores da história, cada um domesticando (ou tentando domesticar) a si e aos outros. Antônio, um homem de honrada aparência, que dirige um instituto destinado à sociabilização para jovens assassinos, em segredo, relaciona-se com a ex-interna Kika, que, por sua vez, tenta reconstruir sua vida. Babu, outro ex-interno, alcançou a ressocialização, mas precisa da ajuda de Antônio para salvar a bela e misteriosa Ilana, cuja natureza é aparentemente indomável. Num jogo perverso, cujas ações e palavras são armas para o jogo amoroso, com alto grau de envolvimento erótico afetivo, os dois casais provocam-se mutuamente, criando um ambiente que extrapola qualquer limite moral ou ético. O que vale é o que está em jogo.

SINOPSE:
Assassinos recém-saídos de um instituto de ressocialização se envolvem num jogo psicologicamente perverso.O texto conta a história de quatro pessoas e revela que as diferenças do outro não são toleradas. Numa patologia que vincula seduzir, envolvem-se os pares em afetivo e erótico, que pode resultar tanto em imenso prazer como em intenso sofrimento.

FICHA TÉCNICA
Autor: John Marcatto
Direção: Leandro Mariz
Elenco: Glória Dinniz, John Marcatto, Marilha Galla e Renato Kruege
Diretor de Elenco: Thiago Greco
Produtora Executiva: Gleice Olivieri
Preparador de corpo: Júlio Wenceslau
Iluminadora: Luciana Liege
Cenógrafo: Sátiro Nunes
Figurinista: Bya Feliciano
Visagista: Talita Bildeman
Designer Gráfico: Renato Krueger
Operador: Mustafá Mendonça

SERVIÇO:
Zoológicos
Local: Sede das Cias. – Rua Manoel Carneiro, 12 – Escadaria do Selarón – Lapa. Tel: (21) 2137-1271
Temporada: de 29 de agosto a 21 de setembro.
Horários: Terças, Quartas e Quintas, às 20h.
Capacidade: 60 lugares
Duração: 60 minutos
Classificação: 16 anos
Gênero: Drama
Ingresso: R$ 40,00 inteira (R$ 20,00 meia).


Compartilhe:
Quanto vale esse artigo

Natural de Brasília, carioca de coração. Artista Plástica, desenhista, poetisa e fotógrafa. Começou cedo nas artes, fazendo caricaturas dos amigos ainda no Colegial, fez desenho livre no Oberg Cursos de Desenho e seus quadros seguem o realismo, tendo como mestres Edward Hopper, Gustave Caillebotte e Amadeo Modigliani. Em sua estante tem biografias como de Walt Disney, Victor Hugo e Tony Blair entre outros que fizeram história. Na fotografia desde 2005, fez revelação de fotos em laboratório, época da fotografia Analógica, se rendeu a era digital tendo fotos publicadas em sítios de fotógrafos como o site Olhares e o Fine Art, ambos tendo autores portugueses em sua maioria e participou de muitos Workshops desde então, sendo um deles ministrado pelo grande fotógrafo português Manuel Madeira. Como boa pisciana, arrisca algumas poesias, tendo algumas publicadas no site “Pensador”. Fez exposições de seus quadros em 2014. Se define como amante das artes e dispara que nada sabe, o aprender acontece todos os dias. Colaboradora de vários sites de mídias, com trabalhos publicados em muitos lugares de destaque.

sanny@cidadedamidia.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário